serviços

Consultas, clínica geral com possiblidade de
internação com acompanhamento Veterinário
24 horas.

Mestre e Especialista em Dermatologia

A Dra Letícia Renck é mestre pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul em Dermatologia e Virologia de pequenos animais desde o ano 2000.

Odontologia

Os cães tem propensão a formação de cálculos dentários, ao qual, além de cáries , causa perda precoce dos dentes e também são fonte contínua de infecção, sendo os maiores causadores de endocardite infecciosa*.
Assim como os humanos, nossos melhores amigos também necessitam de cuidados especiais com seus dentes e sua boca.

*Endocardite é uma infecção que atinge parte da membrana que encobre às válvulas cardíacas, podendo também atingir várias partes do coração. Infecções de origem dentária estão entre as principais causas da endocardite infecciosa (WiKipedia).

Vacinas

A IMPORTÂCIA DA VACINAÇÃO
Quem já não ouviu falar que o seu animal de estimação deve ser vacinado? Mas será que as pessoas sabem quais são as vacinas e a sua importância?


Há alguns anos atrás tínhamos disponível no mercado apenas a vacina Tríplice e Anti-rábica para cães e gatos. Os tempos mudaram e hoje temos para os cães as vacinas Polivalente (óctupla V-8 Déctupla V-10), a vacina para Traqueobronquite , vacina contra Giardíase, Leishmaniose, Lepstirose e a Anti-rábica. Para os gatos temos a Quíntupla e a Anti-rábica.

*A vacina V10 protege os cães contra as seguintes doenças:
Cinomose;
Hepatite Infecciosa canina;
Doença Respiratória causada por Adenovirus tipo2;
Coronavirose canina;
Parainfluenza canina;
Parvovirose canina;
Infecções por Leptospira canina e Leptospira icterohemorrhagiae.
*A vacina Giadivax protege contra giardíase canina ( também uma zoonose).
*A vacina para Traqueobronquite infecciosa protege os cães contra Parainfluenza e Bordetelose.
*A vacina contra Lepstopirose , composta por 4 cepas diferentes da doença e deve ser reforçada semestralmente.
*Vacina Quíntupla ( VQ ) protege os gatos contra: Rinotraqueíte; Calicivirose; Panleucopenia; Clamidiose; e Leucemia felina.

Podemos analisar a importância da vacinação nos animais de estimação através de dois enfoques: o dos animais e o dos humanos.

Os animais necessitam das vacinas para terem uma vida longa e saudável, já que as doenças acima citadas se encontram disseminadas em nosso país e são de fácil transmissão. Um filhote não vacinado conta com uma grande possibilidade de não atingir a idade adulta, vítima de uma doença infecciosa. Já os adultos estão sujeitos a adoecerem a qualquer momento quando não vacinados.

Os humanos necessitam ser protegidos das doenças ditas zoonoses, aquelas doenças que são transmitidas do animal para o homem. Dentre as zoonoses podemos destacar a Raiva e a Leptospirose e a Girdíase. Um animal que não está devidamente imunizado pode adquirir uma zoonose e transmití-la para a família e seu proprietário.

As vacinas devem ser aplicadas de acordo com um cronograma estipulado pelo Médico Veterinário onde normalmente inicia-se nos cães a partir dos 45 ou aos 60 dias de idade, e devem ser repetidas algumas semestralmente ou anualmente. Importante que o esquema de vacinação é definido para cada animal individualmente , após uma detalhada análise clínica.

Existe uma grande diferença entre vacinar e aplicar vacina. Aplicar vacina é somente “espetar” o animal com a agulha de seringa e introduzir o líquido embaixo da pele, enquanto que vacinar significa proceder de maneira tal, com os produtos biológicos adequados (vacinas de boa procedência), para que se tenha a certeza que o animal produzirá anti-corpos necessários que garantirá a sua devida proteção contra estas doenças.

A vacina é de responsabilidade única do Médico Veterinário, não podendo ser aplicada por outra pessoa, pois somente o Médico Veterinário está apto a examinar o animal e saber se este está livre de qualquer enfermidade que possa prejudicar a imunização.


Cirurgias Veterinárias em Geral com possibilidade de anestesia inalatória

Internação Climatizada

Todos os pacientes internados recebem um colchão térmico e ainda ficam em salas climatizadas.

Hospedagem sem gaiolas

Hospedagem sem gaiolas tem como objetivo proporcionar ao seu amigo que ele se sinta como se estivesse em sua própria casa, tendo contato com sol , espaço para brincar, correr e acomodações que o dono escolher. Entre em contato conosco para maiores informaçôes.

Exames Laboratoriais (inclusive de Emergência)

Todos os exames são coletados no próprio consultório e os resultados recebidos pela clínica. De acordo com o tipo de exame e da urgência o resultado é entregue até no mesmo dia . Também pode ser enviado por e-mail ao proprietário.

Atendimento a domicílio

Oxigenoterapia

Consultas, clínica geral com possiblidade de
internação com acompanhamento Veterinário
24 horas.

Mestre e Especialista em Dermatologia

A Dra Letícia Renck é mestre pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul em Dermatologia e Virologia de pequenos animais desde o ano 2000.

Odontologia

Os cães tem propensão a formação de cálculos dentários, ao qual, além de cáries , causa perda precoce dos dentes e também são fonte contínua de infecção, sendo os maiores causadores de endocardite infecciosa*.
Assim como os humanos, nossos melhores amigos também necessitam de cuidados especiais com seus dentes e sua boca.

*Endocardite é uma infecção que atinge parte da membrana que encobre às válvulas cardíacas, podendo também atingir várias partes do coração. Infecções de origem dentária estão entre as principais causas da endocardite infecciosa (WiKipedia).

Vacinas

A IMPORTÂCIA DA VACINAÇÃO
Quem já não ouviu falar que o seu animal de estimação deve ser vacinado? Mas será que as pessoas sabem quais são as vacinas e a sua importância?


Há alguns anos atrás tínhamos disponível no mercado apenas a vacina Tríplice e Anti-rábica para cães e gatos. Os tempos mudaram e hoje temos para os cães as vacinas Polivalente (óctupla V-8 Déctupla V-10), a vacina para Traqueobronquite , vacina contra Giardíase, Leishmaniose, Lepstirose e a Anti-rábica. Para os gatos temos a Quíntupla e a Anti-rábica.

*A vacina V10 protege os cães contra as seguintes doenças:
Cinomose;
Hepatite Infecciosa canina;
Doença Respiratória causada por Adenovirus tipo2;
Coronavirose canina;
Parainfluenza canina;
Parvovirose canina;
Infecções por Leptospira canina e Leptospira icterohemorrhagiae.
*A vacina Giadivax protege contra giardíase canina ( também uma zoonose).
*A vacina para Traqueobronquite infecciosa protege os cães contra Parainfluenza e Bordetelose.
*A vacina contra Lepstopirose , composta por 4 cepas diferentes da doença e deve ser reforçada semestralmente.
*Vacina Quíntupla ( VQ ) protege os gatos contra: Rinotraqueíte; Calicivirose; Panleucopenia; Clamidiose; e Leucemia felina.

Podemos analisar a importância da vacinação nos animais de estimação através de dois enfoques: o dos animais e o dos humanos.

Os animais necessitam das vacinas para terem uma vida longa e saudável, já que as doenças acima citadas se encontram disseminadas em nosso país e são de fácil transmissão. Um filhote não vacinado conta com uma grande possibilidade de não atingir a idade adulta, vítima de uma doença infecciosa. Já os adultos estão sujeitos a adoecerem a qualquer momento quando não vacinados.

Os humanos necessitam ser protegidos das doenças ditas zoonoses, aquelas doenças que são transmitidas do animal para o homem. Dentre as zoonoses podemos destacar a Raiva e a Leptospirose e a Girdíase. Um animal que não está devidamente imunizado pode adquirir uma zoonose e transmití-la para a família e seu proprietário.

As vacinas devem ser aplicadas de acordo com um cronograma estipulado pelo Médico Veterinário onde normalmente inicia-se nos cães a partir dos 45 ou aos 60 dias de idade, e devem ser repetidas algumas semestralmente ou anualmente. Importante que o esquema de vacinação é definido para cada animal individualmente , após uma detalhada análise clínica.

Existe uma grande diferença entre vacinar e aplicar vacina. Aplicar vacina é somente “espetar” o animal com a agulha de seringa e introduzir o líquido embaixo da pele, enquanto que vacinar significa proceder de maneira tal, com os produtos biológicos adequados (vacinas de boa procedência), para que se tenha a certeza que o animal produzirá anti-corpos necessários que garantirá a sua devida proteção contra estas doenças.

A vacina é de responsabilidade única do Médico Veterinário, não podendo ser aplicada por outra pessoa, pois somente o Médico Veterinário está apto a examinar o animal e saber se este está livre de qualquer enfermidade que possa prejudicar a imunização.


Cirurgias Veterinárias em Geral com possibilidade de anestesia inalatória

Internação Climatizada

Todos os pacientes internados recebem um colchão térmico e ainda ficam em salas climatizadas.

Hospedagem sem gaiolas

Hospedagem sem gaiolas tem como objetivo proporcionar ao seu amigo que ele se sinta como se estivesse em sua própria casa, tendo contato com sol , espaço para brincar, correr e acomodações que o dono escolher. Entre em contato conosco para maiores informaçôes.

Exames Laboratoriais (inclusive de Emergência)

Todos os exames são coletados no próprio consultório e os resultados recebidos pela clínica. De acordo com o tipo de exame e da urgência o resultado é entregue até no mesmo dia . Também pode ser enviado por e-mail ao proprietário.

Atendimento a domicílio

Oxigenoterapia